Descupinização

A descupinização é o único método para acabar definitivamente com a infestação de cupins. Os cupins são extremamente silenciosos e causam sérios danos patrimoniais. A solução para acabar com a infestação de cupins é solicitar o serviço profissional da CLEAN CORP, que será executado com segurança, preservando seu patrimônio e acabando de vez com a praga.

Conheça as 7 famílias de cupins mais conhecidas:

Cupim Termopsidae

Termopsidae

Os cupins de madeira úmida, da família Termopsidae, estão entre os maiores cupins do mundo. Eles chegam a incríveis 25mm de comprimento. Existem cerca de 20 espécies no mundo, espalhadas entre as Américas, Europa, Ásia, África e Austrália.

Cupim Rhinotermitidae

Rhinotermitidae

Esses cupins são mais conhecidos como a família de cupins subterrâneos e por sua exigência típica do ninho que cria para manter contato com o solo. Esta família é encontrada em todos os continentes, exceto nas regiões polares.

Cupim Termitidae

Termitidae

Esta família de cupins não é conhecida por destruir lares, sendo portanto, uma espécie benéfica para o ecossistema do deserto. Entretanto, é uma espécie agrupada em torno dos climas tropicais na Ásia, África, Austrália e América do Sul.

Cupim Kalotermitidae

Kalotermitidae

Esta é a família dos cupins de madeira seca. O nome madeira seca vem da necessidade de se alimentarem de madeira acima do solo, contrariando a maioria das outras espécies que, habitualmente, entram na madeira através do solo.

Cupim Hodotermidiae

Hodotermidiae

Uma família conhecida como cupins de colheita de grama. Esta família de cupins tem, atualmente, cerca de 15 espécies que assemelham-se aos cupins de madeira úmida.

Cupim Serritermitidae

Serritermitidae

Uma família de cupins muito semelhante à família Rhinotermitidae, que são os cupins subterrâneos. Estes cupins preferem criar seus ninhos com contato no solo.

Cupim Mastotermitidae

Mastotermitidae

Uma família de espécie primitiva de cupins. São encontrados apenas no norte da Austrália e na Papua-Nova Guiné. São os mais primitivos de todas as espécies de cupins.